Marroio (Planta)

Plantas
Descrição
Sua aplicação na medicina envolve suas propriedades digestiva, expectorante, colerética, antipirética, fluidificante, calmante da tosse, febrífuga, antisséptica, tônica para o estômago e vasodilatadora.
Outros nomes

Nome científico Marrubium vulgare, é uma planta medicinal também conhecida como hortelã-do-maranhão, hortelã-da-folha-grossa ou marroio branco.

Propriedades

Antitussígeno;
Expectorante;
Fluidificante;
Digestiva;
Calmante da tosse;
Colerética (aumenta a secreção biliar);
Febrífugo;
Antisséptico;
Tônico (para o estômago);
Antipirética;
Estimulante cardíaca.

Parte utilizada

Toda a planta em flor, depois de seca a sombra.

Utilidades e benefícios

Devido às suas propriedades, o marroio é indicado no tratamento de casos de tosse, problemas no fígado, falta de apetite, bronquite, flatulência, dispepsia com enfartamento, febre, inchaços, catarro, gripe, problemas de digestão e espasmos
Os antigos egípcios e diferentes culturas já utilizavam amplamente o marroio branco para tratar várias doenças respiratórias. Esta planta medicinal também é recomendada por alguns especialistas em fitoterapia para o tratamento de problemas no fígado.

Receitas e modos de emprego

Infusão de marroio
Ingredientes:

– 1 colher (de sobremesa) das folhas e flores secas da planta;
– 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo:

Coloque uma colher de sobremesa das folhas e flores secas em uma xícara de água fervente. Deixe repousar por 10 minutos e coe. Tome três vezes ao dia

Contraindicações

Tenha atenção com a quantidade consumida, pois, em altas doses, o uso desta planta pode acarretar problemas cardíacos devido às suas propriedades antiarrítmicas. Por ser uma planta com constituintes amargos, o marroio não é bem tolerado quando o indivíduo apresenta gastroenterites ou síndromes acompanhadas de náuseas ou vômitos.

Embora os estudos sobre os efeitos da marroio ainda não tenham sido totalmente comprovados durante a gestação, o uso desta planta deve ser evitado neste período.Lembre-se de sempre consultar um médico antes de iniciar qualquer tratamento, inclusive com medicamentos naturais.

Também sugerimos

Plantas
Esta planta é proveniente da Ásia e foi introduzida na Europa, no século XIII, pelos Tártaros. Tem um aroma muito agradável que lembra o da tangerina, mas o sabor é amargo.
Doença
Através do sistema nervoso vegetativo, o estado emocional influi de forma decisiva nas funções do estômago . Este facto foi demonstrado por Pavlov na sua clássica experiência. Cerca de metade das consultas aos especialistas do aparelho digestivo são motivadas por causas nervosas. Estas plantas combatem os espasmos que afetam o estômago, e equilibram o sistema nervoso vegetativo, com o que evitam as doenças gástricas causadas por um estado emocional exaltado.
Saúde
Muitas pessoas consideram certos medicamentos como os principais responsáveis pela sua obesidade. Nalguns casos tem razão: Embora as obesidade provocadas por causas secundarias correspondam a uma percentagem muito baixa o certo é que alguns medicamentos aliados a uma sobre alimentação podem originar resultados catastróficos. Vejamos os principais fármacos que podem , de facto , fazer-nos ganhar peso.
Doença
Sensações sonoras (apitos, zumbidos) que não correspondem a nenhum estimulo exterior; podem ser ouvidas apenas num ouvido (causas por vezes local) ou nos dois (hipertensão, aterosclerose). Podem ser acompanhadas de vertigens, de surdez. Atenção. Um exame médico especializado permite por vezes tratar as causas locais.