Gases no estômago

Doença
Descrição
Devem-se frequentemente a causas nervosas ou a transgressões dietéticas. As plantas que indicamos têm efeito carminativo, isto é, eliminam o excesso de gases ou flatulências gástricas . Antes de tudo, haverá que tratar a causa.
Plantas

ALCAÇUS (Infusão, maceração, extracto re raiz e rizoma) - Elimina os gases do estômago e combate os arrotos

ENDRO (Infusão de sementes) - Elimina os gases, sedante , acalma os vómitos

ALCARAVIA (Infusão de frutos, essência) - Combate os arrotos e os gases intestinais

FUNCHO (Infusão de sementes, essência) - Facilita a expulsão dos gases digestivos

MANJERICÃO-GRANDE (Infusão de folhas e frutos, essência) - Acalma o excesso de gases e arrotos

MANJERONA (Infusão, essência) - Antiflatulenta , acalma os espasmos nervosos do estômago

Também sugerimos

Plantas
Esta planta é proveniente da Ásia e foi introduzida na Europa, no século XIII, pelos Tártaros. Tem um aroma muito agradável que lembra o da tangerina, mas o sabor é amargo.
Plantas
Sua aplicação na medicina envolve suas propriedades digestiva, expectorante, colerética, antipirética, fluidificante, calmante da tosse, febrífuga, antisséptica, tônica para o estômago e vasodilatadora.
Bem-estar
O excesso de informações e a correria da vida atual torna a nossa rotina profissional cheia de obstáculos para a concentração. É injusto culpar apenas a tecnologia, o bode expiatório mais comum para justificar a distração. Usados com bom senso, recursos como apps e softwares podem ser grandes aliados para a produtividade. O problema está no mau uso desses dispositivos, de acordo com Carla Tieppo, professora adjunta da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. A neurocientista afirma que as pessoas desenvolveram uma relação de dependência com a tecnologia. "É prazeroso checar as redes sociais ou trocar mensagens pessoais pelo smartphone", diz ela. "Para muita gente, esse hábito se tornou irresistível, como um vício". As distrações, no entanto, causam um enorme prejuízo de tempo e energia. A cada interrupção, demoramos cerca de 23 minutos para voltar à nossa tarefa original, segundo uma especialista ouvida pelo Wall Street Journal. Como então manter o foco? Não há solução mágica. Segundo Carla, as distrações só são vencidas pelo esforço e pela autodisciplina. “É preciso se policiar diariamente”, afirma ela. Mesmo assim, a neurociência traz algumas orientações fáceis de implementar que podem ajudar os mais dispersos. Confira a seguir:
Plantas
A alcachofra serve para ajudar no tratamento de anemia, aterosclerose, diabetes, doenças do coração, febre, fígado, fraqueza, gota, hemorroidas, hemofilia, pneumonia, reumatismo, sífilis, tosse, ureia, urticária e problemas urinários.